segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Política Jornal RS - Pano pra manga

Sergio Hanich (Serjão/PMDB/NH)
Tópicos elaborados para a Página Política do Jornal RS de 20 de fevereiro de 2015.

Pano pra manga

Debate acalorado entre os vereadores Sergio Hanich (Serjão/PMDB) e Claudio Renato de Azevedo Filho (Fufa/PT), depois que o petista foi para a Tribuna, na sessão de quarta-feira, e disse que a buraqueira nas ruas de Novo Hamburgo não são culpa do prefeito. Para Fufa, a culpa é do asfalto de má qualidade usado nas vias públicas do município. Ao ouvir tal declaração, Serjão não se conteve e garantiu que pedirá uma avaliação minuciosa na espessura da camada de asfalto empregado em Novo Hamburgo. A julgar pela reação do peemedebista, esses buracos vão dar pano pra manga.

Pensando 2016

Desde as eleições de 2014, PSB e PC do B de Campo Bom andavam meio distantes. Entre os motivos da “discórdia” estava a decisão dos comunistas de lançarem a candidatura do vereador Victor Souza a deputado estadual, deixando de apoiar o sindicalista Vicente Selistre, principal liderança do PSB, que concorria também a estadual. Mais de quatro meses depois da eleição, semana passada, lideranças dos dois partidos voltaram a se reunir para lavar a roupa suja. Ainda não se sabe o resultado do encontro, mas uma coisa é certa; eles já estão de olho na disputa pela Prefeitura de Campo Bom em 2016.

Reinheimer no PDT?

Corre nos bastidores da política campo-bonense a notícia de que Jair Reinheimer (ex-vereador e ex-candidato a prefeito) estaria trocando o PMDB pelo PDT. Principal motivo do ingresso de Reinheimer no partido brizolista seria a construção de uma frente forte para disputar a Prefeitura com PSB e PC do B. Uns duvidam que Jair se afaste do seu grande amigo, agora deputado federal e secretário estadual, Giovani Feltes. Outros não conseguem imaginar Vicente abrindo mão da cabeça de chapa na disputa pelo Executivo campo-bonense. PT e PSDB ficariam fora dessa aliança?

Boa vizinhança

O fato de a presidente da Câmara de Vereadores, Neila Becker (Mana/PT), ter sancionado a lei que prorrogou o prazo para pagamento do IPTU parece não ter arrefecido a vontade do prefeito Waldir Dilkin de manter a política de boa vizinhança com o Legislativo estanciense. Na véspera do feriadão de Carnaval, Dilkin visitou Mana, na Câmara, e eles tiveram uma longa conversa que durou quase três horas. Não se sabe o teor da conversa, mas certamente não foi para trocar ideias sobre a folia de momo. A presidente disse, apenas, que a reunião foi informal e mostra que os dois poderes, Executivo e Legislativo, estão buscando uma política de diálogo.

No Trânsito ou na Saúde?

Na sessão da Câmara de Ivoti, na noite de quarta-feira, o vereador Jânio Simão Droval (PPS), fez um comentário irônico sobre a atuação do Diretor de Trânsito do Município, Marcio Guth. Perguntou se ele cuidava do trânsito de Ivoti ou da PUC (em Porto Alegre). Isso porque Guth, mais uma vez foi designado para acompanhar o ônibus da Secretaria de Saúde que leva pacientes à Capital. O vereador Roberto Schneider (Beto/PSB), arrematou questionando se Marcio Guth estaria exonerado do cargo de Diretor de Trânsito, pois seu salário é bem maior que o de um Agente de Saúde. Beto aproveito para pedir que o Executivo “tome uma posição, pois o trânsito de Ivoti não está tão mil maravilhas para o Diretor fazer outro serviço”.

Fim das férias de Kney

O prefeito de Ivoti, Arnaldo Kney, retornou de seu período de férias. A transmissão do cargo da vice-Prefeita Marli Heinle Gehm para Kney foi realizada no Gabinete, no final da tarde de quarta-feira (18).

Maria quer voltar à Prefeitura

Por falar em Prefeitura de Ivoti, quem está com o pé que é um leque, pensando em voltar a cargo máximo do município é a ex-prefeita Maria de Lourdes Bauermann (PP).  Depois de dois mandatos de prefeita e gozando de grande popularidade, como ficou demonstrado na eleição para deputada estadual em 2014, Maria não nega quando lhes perguntam se ela é pré-candidata. Aliás ela não só garante que sim como fala na intensão de fazer uma dobradinha com o vereador Beto Schneider (PSB). 

Oposição propositiva em Campo Bom


Nenhum dos três vereadores de oposição em Campo Bom se apresenta como ferrenho opositor à administração do prefeito Faisal Karam (PMDB). Eles fazem a chamada oposição propositiva. E foi com esse espírito que o vereador Victor de Souza (PC do B) esteve reunido com o prefeito nesta semana. Lembrando que o município tem recebido recursos através de emendas dos deputados federais do seu partido, Victor encaminhou um pedido dos diretores do Hospital Lauro Reus para compra de equipamentos hospitalares. O vereador também conversou sobre a necessidade de Campo Bom criar o Conselho Municipal de Ciências, prometendo encaminhar matéria na Câmara nos próximos dias. Por fim, o vereador e o prefeito trataram dos desdobramentos da usina de tratamento do lixo que tem preocupado os cooperados, assim como a questão dos loteamentos para famílias de baixa renda, principalmente que estão em áreas de riscos e sobre ameaça de despejo.

Um comentário:

Denian Pereira disse...

Caro Fernando, sou membro da direção municipal do PCdob. Não tivemos problema algum com o PSB em relação ao pleito de 2014. Se não tivéssemos a candidatura do Victor, de forma alguma apoiaríamos candidatura que não fosse do PCdoB. O PCdoB de Campo Bom tem uma ação legítima e centralizada com o projeto partidário e com o crescimento deste. Desde sua fundação sempre apoiamos candidatos próprios para as disputas ao legislativos. E para os pleitos ao Executivo a coligação escolhida pelos fóruns legítimos do Partido. O PSB sempre foi um grande aliado do PCdoB em Campo Bom, inclusive já apoiamos Vicente Selistre em disputas do Executivo Municipal por três vezes. De maneira alguma apoiaríamos candidatos de outro Partido sendo que o PCdoB tem candidato próprio. Temos todo respeito e consideração por nossos aliados políticos em Campo Bom, o PSB sempre foi um aliado histórico.